Centro Acadêmico – CACine

Gestão atual (2021/2022)

Chapa Em Transe

Bandeiras

“1) Dar continuidade ao trabalho da gestão “Da Luz Vermelha” e melhorá-lo: Em nosso entendimento, a gestão anterior do Centro Acadêmico proporcionou importantes avanços na luta estudantil, propondo novos modos de representação no curso através da conquista do voto paritário e se articulando com outras organizações da UFSC, em busca de uma luta mais fortalecida dentro da universidade. Nossa proposta não é apenas permanecer com esses trabalhos, mas ir além, refletindo sempre sobre novas maneiras de avançarmos na luta estudantil.

2) Ser um Centro Acadêmico ativo, horizontal, coletivo, transparente e aberto: Defendemos o caráter de um CA democrático onde todas/os as/os estudantes têm direito a voz e voto, independente de nominata;

3) Focar atuação principalmente nos debates do curso mais pertinentes durante a pandemia: Sendo eles o ensino remoto, o voto paritário e a reforma curricular.

4) Fortalecer o nível de integração com as(os) professoras(es) do Curso: Nosso objetivo é nos articularmos com os professores, debatendo e criando juntos novas formas de ensino e aprendizagem, fortalecendo a integração entre os professores e estudantes, com respeito e escuta.

5) Avançar na relação com as(os) estudantes do Curso: O Centro Acadêmico não é apenas a chapa. Para que o CACine seja de fato uma representação estudantil, é preciso que ele seja plural, servindo como propulsor de debates entre os diferentes alunos do curso e incentivando a participação de todos, por meio da escuta, diálogo e ação conjunta.

6) Ampliar a articulação com os CAs, DCE e União CCE: Iremos dar atenção e importância para as iniciativas coletivas entre CAs em nossa universidade, buscando assim fortalecer o movimento estudantil e as nossas reivindicações, participando também dos espaços do DCE UFSC e União CCE para massificar as nossas entidades de forma crítica pelas bases.

7) Defesa da permanência estudantil e sua ampliação: Entendendo que permanência estudantil articula os direitos básicos para o estudante poder estudar de forma digna, nos colocamos em defesa e na construção das lutas por ampliação da moradia estudantil, das bolsas permanência, auxílio- moradia, auxílio-emergencial e por mais investimentos na assistência estudantil;

8) Defesa da autonomia universitária e do movimento estudantil: Garantindo a liberdade de cátedra dos docentes, a manifestações políticas dos movimentos estudantil, sindical e sociais. Além da necessidade de garantir a autonomia da comunidade universitária nas decisões sobre seus rumos, como eleições para reitoria, centros de ensino, colegiados de curso e outros;

9) Defesa de um projeto de universidade pública, gratuita, de qualidade, laica e popular: Compreendendo que precisamos avançar e superar a atual estrutura das universidades, acreditamos na produção acadêmica feita com o povo e para o povo, promovendo acesso aos conhecimentos produzidos e socializados.

10) Fortalecer articulação com movimentos sociais e populares: Apoiando, divulgando e se aliando a iniciativas de movimentos sociais e populares do campo e da cidade que lutam pelo seus direitos à vida, habitação, alimentação, segurança, entre outros.”

2021-2022

Representação discente no Colegiado de Curso 
PORTARIA N.º 066/2021/CCE, DE 23 DE ABRIL DE 2021 – 01°/04/2021 a 1°/04/2022

Sofia Dávila Heidereich Lacerda (titular)
Andrey Victor de Souza Santiago (titular)
Jordana Elize Beck (suplente)
Maria Eugênia Reksua Rosa (suplente)

Representação discente no Colegiado de Departamento (ART)
PORTARIA N.º 067/2021/CCE, DE 23 DE ABRIL DE 2021  – 01°/04/2021 a 1°/04/2022

Júlia Dalri Eller (titular)
Amanda Silva Borges (suplente)

Representação discente no Conselho de Unidade (CCE)  
PORTARIA N.º 068/2021/CCE, DE 23 DE ABRIL DE 202 –  01°/04/2021 a 1°/04/2022

Natália Maria Almeida Cury (titular)
Rafaella Arias Whitaker (suplente)

Gestões passadas:

2020-2021

2017-2018

2015/2016 (Ref. à solicitação digital 073821/2015)

2014/2015

2013/2014

Email: cacine.ufsc@gmail.com