Bolsas Monitoria 2020-1

05/03/2020 08:38

Foi publicado o edital para as vagas de monitoria para as disciplinas 2020-1 do Cinema:

ART 5211 – Fotografia – Andréa C. Scansani

ART 5311 – Montagem Cinematográfica II – Pati Iuva

ART5511 – Direção Cinematográfica I – Virginia Jorge

Inscrições nos dias 09 e 10 de março. Antes de efetuarem as inscrições, leiam o edital abaixo, por favor:

Edital 001/2020 – Bolsas de Monitoria

Defesa de TCCs

03/03/2020 08:21

Tabela organizada por data.

Aluna(o) Orientador(a) Título Data/hora Local
Mateus Mossmann Alfredo Manevy A gratuidade enquanto vetor de público em eventos culturais 19/fevereiro

10h

Sala LEC, bloco D do CCE
Júnior Alves
Aglair Bernardo Sidelma 16/março

18h

Sala de Projeção, bloco D do CCE
Lucas Thys
Alfredo Manevy Massa Falida – roteiro de série 17/março

10h

Sala LEC, bloco D do CCE
Dáphine Xavier
 Alessandra Brandão  ZARA 17/março

18h

Sala de Projeção, bloco D do CCE
Mariana Gruber
Aglair Bernardo O Vale: Roteiro de Piloto de Série Ficcional e Memorial Descritivo 18/março

18h30

Sala LEC, bloco D do CCE
Julie de Oliveira Alessandra Brandão  Estilhaços 19/março

19h

Sala de Projeção, bloco D do CCE
Carolina Alves Alessandra Brandão Longa metragem: Não Olhe Para Mim  25/março

18h30

Sala de Projeção, bloco D do CCE

 

Semana de Recepção de Calouros

28/02/2020 16:25

Alunas e alunos da terceira fase do curso de Cinema preparam uma programação para receber e integrar os calouros de 2020.

As atividades começam na quarta-feira, dia 04 de março. Segue a programação dos primeiros dias:

 

 

O ponto de encontro é no Varandão do CCE (ao lado do Assim Assado).

Sejam bem vindas/os!!

 

 

Disciplina Optativa – Trilha Sonora

12/02/2020 10:40

Trilha Sonora ART5009 – Quarta-feira, das 8h20 às 12h – prof. Luiz Felipe Soares

A disciplina é dirigida a todo mundo que curte música e dá importância a ela. Não apenas a quem é músico, canta ou toca algum instrumento: quem não é, não canta, nem toca nada é igualmente bem vindo. Também não se restringe ao curso de cinema, é aberta a alunas/os de qualquer curso (ou de curso nenhum). Trata-se de uma oficina: vamos escolher uma cena curta (um minuto mais ou menos), e durante o semestre letivo o grupo vai imaginar, compor, arranjar, produzir e gravar (no estúdio) a música para ela. Para isso serão expostos elementos de teoria musical e história da música (e das trilhas) que se farão necessários especificamente para a trilha que gravaremos.

Calouras e Calouros 2020

11/02/2020 08:46

Em fevereiro foram realizadas as matrículas dos estudantes que ingressam no ano de 2020 na UFSC.

A Coordenação do curso de Cinema dá as boas vindas e deseja a todas e todos um ótimo semestre!

Alguns registros das novas alunas e dos novos alunos foram feitos e podem ser vistos abaixo.

Cena de Clowns com Som ao Vivo

18/12/2019 09:27

Acontece hoje, dia 18 de dezembro, às 20h na Caixa preta (Térreo do bloco D do CCE) a apresentação do trabalho final da disciplina de Som, de Artes Cênicas.

A cena dura aproximadamente 20 minutos, com trilha sonora ao vivo. Nela, um palhaço e uma palhaça encontram uma caixa e dela vão tirando coisas, algumas das quais inspiradoras, mal sabendo que suas vidas estão prestes a serem transformadas. Enquanto isso o coro atrás deles vai produzindo sons correspondentes.

Estão todas/os convidadas/os!

 

 

Defesa de TCC “Os Novos Caminhos do Videoclipe”

16/12/2019 10:13

Acontece hoje, dia  16 de dezembro, às 14h30 na sala do Laboratório de Estudos Cinematográficos – LEC a defesa do Trabalho de Conclusão de Curso do aluno Victor Michels.

Título: Os novos caminhos do videoclipe;
Orientação: Prof. Aglair Bernardo;
Banca: Carla Abraão e Patricia Iuva;

Resumo: Sendo hoje o principal aliado no compartilhamento de videoclipes, o YouTube tornou-se tão importante para o gênero quanto a MTV foi durante o seu período de consolidação, nos anos 80. A plataforma surgiu em 2005 e, desde então, proporcionou mudanças significativas na produção e no consumo desse formato audiovisual. O videoclipe sempre se mostrou bastante aberto à mudança e à experimentação, o que fez com que a sua transposição para o meio digital tenha acontecido de maneira bastante natural. Novos formatos surgiram, produtores independentes ganharam visibilidade e ferramentas foram criadas para que o consumo desse produto se tornasse cada vez mais simples e confortável. Este trabalho propõe, portanto, um resgate da história do videoclipe, buscando entender as mudanças pelas quais o gênero passou e analisando o surgimento de novos formatos e ferramentas possibilitado pelo YouTube. Além disso, com a popularização do acesso à internet ao redor do mundo, produções de países que antes passavam despercebidos a nível global, atualmente alcançam números impressionantes dentro do YouTube. Além do mercado brasileiro de videoclipes, com foco nas produções de funk, o presente trabalho também propõe uma análise dos mercados da Índia, com a filmi music, da Coreia do Sul, com o k-pop, e de países de língua espanhola da América Latina, com o reggaeton.