Defesa de TCCs 2021.2

17/09/2021 18:41

Tabela organizada por data.

Aluna(o) Orientador(a) Título Data/hora  Link
Gustav Wilhelm Jansen Josias Hack Aprendendo a voar (documentário e memorial) 22/setembro

13h30

 Conferência web
Hillary da Silva Aglair Bernardo  Corpo Terreno  27/setembro

19h30

 https://meet.google.com/bme-kqtk-jcg
Vanessa Miranda Silva Pati Iuva Monografia – Estilo ficcional televisivo em séries brasileiras: um estudo de “Segunda Chamada”, da Rede Globo 30/setembro

18h30

Bernardo Schmitt Pati Iuva História em Quadrinhos + Memorial: “Serra Geral, Vale Europeu” 01/outubro

10h30

Ligia Minchini Pereira Pati Iuva Memorial do perfil @ligindica: entre a crítica e curadoria audiovisual no instagram 01/outubro

14h

Egressa do curso de Cinema vai participar de expedição da Família Schurmann em defesa dos oceanos

18/08/2021 11:44

Texto retirado da página “Notícias da UFSC”:

Carmina em ação (Foto de arquivo pessoal)

Uma egressa do curso de Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina está prestes a partir para um longo desafio em alto-mar. Ela será assistente de câmera do projeto Voz dos Oceanos, uma expedição de dois anos liderada pela Família Schurmann, a primeira família latino-americana a circunavegar o mundo em um veleiro. Carmina Renones integra a expedição que tem o objetivo de documentar e identificar soluções para a poluição plástica, além de chamar a atenção para a Década dos Oceanos, com o apoio da Organização das Unidas.

“Durante a faculdade fiz muito isso (assistência de câmera) nos curtas e longas. Geralmente estava envolvida com as produções na área da fotografia, ora assistência, ora drone, ora direção.E assim começou essa história toda”, conta Carmina, que lembra mal ter acreditado quando recebeu o convite para fazer parte de uma expedição desse porte. “Fiquei em choque por alguns minutos, pensei que era trote. Inclusive agora, alguns meses depois, a produtora que me ligou ainda tira sarro da minha cara pelo meu áudio de resposta”, brinca.

A produtora chegou até a cineasta por meio da recomendação de um professor, que se tornou também um grande amigo depois dos anos de faculdade: Gabriel Varalla, supervisor do Laboratório de Cinematografia da UFSC, que tinha ele próprio recebido a proposta. “Eu tinha conhecidos que conheciam a família, mas não cheguei até eles por nenhum desses amigos: o processo foi inverso”, lembra ela, que embarca no próximo dia 29 de agosto.

Um dos pontos altos do trabalho, para ela, será a possibilidade de estar em contato direto com pessoas que se articulam para mudar o mundo. “É de extrema importância que nós, como habitantes, cuidemos dos nossos próprios resíduos, afinal, uma massa de quase 8 bilhões de pessoas tem um impacto maior do que qualquer outra espécie”, define.

Carmina nunca havia trabalhado de forma direta com a temática ambiental, mas revela que sempre se interessou pelo assunto. Além disso, a produção de documentários foi a área do cinema que decidiu seguir ao fim da faculdade. Ela acredita que o audiovisual é uma das ferramentas mais poderosas para disseminar ideias e mudanças sociais. “Espero que as imagens mostrem uma realidade que as pessoas não querem ver. Nossa poluição é muito grave.Propor estratégias de mudança, mudar hábitos é algo muito difícil, mas chega um ponto que não temos mais escolha”.

Rotinas e expectativas

Mesmo às vésperas de embarcar, Carmina conta que ainda não sabe como será sua rotina na expedição. “Pelo que me contam, a rotina é não ter rotina”. Apesar disso, as expectativas são altas. “Espero que o nosso trabalho ajude no caminho da mudança, na visibilidade dessa questão. É muito bom ter o objetivo também de propor alternativas ao uso do plástico, não apenas apontando o problema, que todos sabemos que existe em maior ou menor grau, mas também mostrando que existem alternativas viáveis, que podem ser adotadas por todos”.

Voz dos Oceanos deve percorrer cerca de 40 pontos estratégicos, incluindo algumas ilhas do planeta, entre elas, Fernando de Noronha, Manhattan/Nova York, e Dulcie, além de passar por alguns pontos dos mares onde os mais variados itens de plástico se acumulam, vindos de diferentes partes do mundo por meio das correntes marítimas. O retorno está marcado somente para 2023.

O veleiro Kat levará também a missão da ONU para diferentes países e nações, como ressaltou Denise Hamú, Representante da ONU Meio Ambiente no Brasil, ao anunciar o apoio à expedição. A expedição será uma plataforma para que cientistas, pesquisadores e ONGs possam embarcar com a Família Schurmann e realizarem pesquisas in loco nos mares e ilhas do mundo.

Como representante da UFSC nessa jornada, Carmina reitera a importância da sua formação no curso de Cinema. “Foi extremamente importante, não apenas pelo diploma, que muitas vezes é necessário quando se aplicando para trabalhos desse porte, mas, na minha visão, principalmente pelo crescimento humano que me proporcionou, pelos contatos que fiz, os amigos e professores, pelo pensamento crítico, e estratégico, pelo conhecimento prático da solução de problemas e improviso, pelas oportunidades e principalmente pelo tempo”.

Amanda Miranda/ Jornalista da Agecom/Com informações do Programa da ONU para o Meio Ambiente e do Voz dos Oceanos

Nota de Repúdio: Incêndio acometeu a Cinemateca Brasileira

02/08/2021 19:09

Nota de repúdio e de inconformismo

O Curso de Cinema da UFSC lamenta profundamente o atentado à cultura e à memória coletiva que representou o incêndio na Cinemateca Brasileira, guardiã da memória visual do Brasil dos séculos XIX, XX e XXI.

Neste dia 29 de julho de 2021, perdemos acervos fundamentais, como os de Glauber Rocha, Grande Otelo, os de Mazzaropi e de Oscarito, entre outros, além daqueles de importantes produtoras, como a Vera Cruz, o Canal 100 e o da TV Tupi. Manifesto divulgado por ex-funcionários da instituição fala também da perda do acervo da distribuidora Pandora Filmes, “matrizes e cópias de cinejornais únicos, trailers, publicidade, filmes documentais, filmes de ficção, metragens, todos potencialmente únicos”. 

Muitos dos filmes não têm cópia – e são irrecuperáveis, portanto.

Este incêndio não foi fruto de um acidente, tendo em vista que desde 2014, com a leniência do governo federal, iniciou-se um processo de declínio administrativo, agravado no atual governo que, em 2019 anunciou que não iria renovar o contrato com a Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto, organização que tomava conta da Cinemateca. Mesmo sem receber salários, parte do pessoal daquela organização continuou trabalhando, até que em agosto de 2020 – um ano atrás, portanto – o secretário especial da Cultura, Mário Frias, exigiu que aqueles ex-funionários não fossem mais lá e entregassem as chaves. Neste intervalo de um ano, o acervo esteve completamente abandonado e o governo fez ouvidos moucos a todos os que alertaram para a catástrofe que estava por ocorrer, como foi o caso do grupo de ex-funcionários que vinha há meses alertando sobre a situação precária da instituição.

Mário Frias é apenas o menor peão nesta cadeia de responsabilidades: claramente o governo central é o principal culpado e deve ser responsabilizado por mais esta tragédia que se abate sobre nosso país.

Gostaríamos de ressaltar a urgência de que providências sejam tomadas para a preservação do acervo remanescente e para a continuação do funcionamento da cinemateca brasileira.

Nota aprovada pelo Colegiado do Curso de Cinema no dia 02 de agosto de 2021.

Formatura 2020.2

28/07/2021 16:17

Na terça-feira da próxima semana, dia 03 de agosto, às 14h00 através de videoconferência, acontece a cerimônia de colação de grau de estudantes dos cursos de Cinema e Artes Cênicas.

Segue a lista dos formandos do curso de Cinema:

Cláudio Felippio Júnior

Gabriel de Oliveira Manduca

João Antonio Nogueira Ramos Neto

Leonardo dos Santos Pinheiro

Matheus dos Santos

Rodrigo de Freitas

O evento é aberto e o link de acesso será divulgado em breve.

Parabenizamos a todas/os pela conquista e desejamos uma carreira de felicidades e muitas realizações!

Concurso de Fotografias: Red Bull Illume acontece de modo digital e profissionais e amadores podem participar até o dia 31 de julho

21/07/2021 07:42

“Em 2021, o Red Bull Illume conta com dez diferentes categorias elegíveis às inscrições, totalmente gratuitas, com temas que vão desde inovação à criatividade. De modo online, os interessados em participar devem enviar suas fotografias até o dia 31 de julho acessando o site https://www.redbullillume.com . As melhores imagens serão criteriosamente avaliadas por um painel de jurados composto por 50 renomados especialistas de diferentes locais ao redor do mundo, que considerarão como superioridade técnica, composição, criatividade, talento artístico e qualidades gerais.

Dos 56 finalistas, serão distribuídos 11 prêmios que valem 100 mil dólares aos vencedores em cada categoria, além de uma premiação adicional ao grande campeão geral. Eles receberão, entre outras surpresas, produtos mais recentes da Lenovo, soluções de armazenamento da SanDisk, câmeras de alta qualidade da Leica, além de roupas e acessórios fotográficos da COOPH.”

Mais informações no site: https://www.redbullillume.com

Imagem vencedora do Red Bull Illume 2019 foi tirada pelo francês Ben Thouard em Teahupo’o, no Taiti, icônico local para a prática do surfe (Crédito: Ben Thouard/Red Bull Content Pool)

Matrícula em Disciplina Isolada/Ouvinte

22/06/2021 11:38

O período para matrícula da comunidade em disciplinas isoladas ou como aluno(a) ouvinte acontece nos dias 22 e 23 de junho através do site https://disciplinaisolada.sistemas.ufsc.br.

Primeiro é necessário realizar o cadastro no site, consultar as disciplinas oferecidas e fazer o pedido de inscrição. Depois disso, o estudante deve enviar ao Departamento que oferece a disciplina os documentos solicitados para efetivar a matrícula  (no caso das disciplinas do curso de cinema, é o departamento de Artes – art@contato.ufsc.br).

O regulamento pode ser acessado no mesmo site da inscrição.

Neste semestre, 2021.1, as disciplinas oferecidas* nessa modalidade são:

ART5009 Trilha Sonora

ART5014 Estudos Culturais

ART5021 Práticas de Documentário

ART5023 Laboratório de Percepção e Invenção

ART5027 Tópicos Especiais de Cinema I

ART5028 Tópicos Especiais de Cinema II

ART5029 Tópicos Especiais de Cinema III

ART5031 Tópicos Especiais de Cinema V

ART5033 Tópicos Especiais de Cinema VII

ART5034 Tópicos Especiais de Cinema VIII

ART5113 Universos da Arte I

ART5313 Som II

ART5411 Cinema Documentário

ART5414 Roteirização I

ART5513 Pós-Cinemas

ART5514 Roteirização II

ART5512 Teoria do Cinema II

ART5612 Produção Executiva liberado

* as disciplinas estão sujeitas à limitação de vagas.

Etapa Documental de Matrícula – 08 de junho a 6 de julho para aprovados em 1ª e 2ª chamada no Processo Seletivo UFSC 2021.

31/05/2021 12:47

No período de 08 de junho  a 06 de julho acontece a Etapa Documental de matrícula de estudantes aprovados na 1ª e 2ª chamada do Processo Seletivo UFSC 2021.

⚠️IMPORTANTE: O candidato classificado que não realizou a matrícula em Etapa Online no prazo estabelecido perde o direito à vaga e está impedido de realizar a Etapa Documental, igualmente aquele que tendo feito a Etapa Online e não realizar a Etapa Documental perderá o direito à vaga.

Na Etapa Documental, as/os estudantes deverão encaminhar a seguinte documentação, de forma digitalizada e legível (preferencialmente em formato PDF, também serão aceitos JPG, ou JPEG ou GIF) para o email cinema@contato.ufsc.br :

1. Declaração negativa, assinada, de matrícula simultânea em outro curso de graduação da UFSC ou em outra instituição pública de ensino superior;
2. Documentos de identificação (RG e CPF);
3. Certificado e histórico escolar do ensino médio ou equivalente;
4. Autodeclaração da(s) cota(s) de PAA validada(s) por comissão da SAAD;
5. Comprovante de quitação eleitoral (para maiores de 18 anos);
6. Certificado militar (para candidatos do sexo masculino);
7. Atestado de vacinação contra rubéola (para candidatas do sexo feminino até 40 anos)

⚠️ Todos os(as) candidatos(as) das modalidades 211, 212, 221, 222, 231, 232 ou 241 que efetuarem a matrícula na Etapa Online, deverão primeiramente encaminhar as autodeclarações assinadas acompanhadas de todos os documentos necessários para a validação de cada autodeclaração(de Pessoa com Deficiência, de Indígenas ou de Preto ou Pardo – cota para PPI e de Renda), em formato PDF, de acordo com o prazo e documentação exigida no Edital 01/COPERVE/2021e na portaria de matrícula.

Os arquivos digitalizados com os documentos devem ser ordenados e nomeados de acordo com a numeração constante do artigo 5° da PORTARIA Nº5/PROGRAD/SAAD/UFSC, DE 19 DE MAIO DE 2021 (portaria de matrícula).

“A notificação aos candidatos classificados nas chamadas subsequentes será feita exclusivamente através de publicação de editais nas páginas da Comissão Permanente do Vestibular – COPERVE no site processoseletivo2021.ufsc.br e do Departamento de Administração Escolar – DAE no site dae.ufsc.br.”

As informações completas e detalhadas podem acessadas na página https://processoseletivo2021.ufsc.br

Alunos oriundos dos cursos de Artes Cênicas e Cinema da UFSC fazem pré-lançamento do filme Manoel e a Canoa.

28/05/2021 16:00

A Covil Filmes fará no dia 03 de Junho, às 19:00h, o pré-lançamento do documentário Manoel e a Canoa.

O filme contemplado na categoria Patrimônio Cultural pelo Prêmio Elisabete Anderle estará disponível no Youtube até às 23:59h do dia 06 de Junho. Também, estará disponível a versão com recursos de acessibilidade audiovisual.

Sobre o Filme
Manoel Ireno, mestre canoeiro da Ilha, aos 91 anos se empenha na construção de uma canoa de um pau só de Garapuvu, um dos símbolos de Florianópolis.

Acesse o link e confira o trailer.
Serviço:
O que: Pré-lançamento do filme documentário Manoel e a Canoa, dirigido por Rodrigo de Freitas.
Onde: https://www.youtube.com/covilfilmes (Canal do Youtube da Covil Filmes).
Quando: 03/06/2021 às 19:00h até às 23:59h de 06/06/2021.
Exibições de forma gratuita.
Informações: (48) 98403-5583

#paratodasetodosverem: Cartaz com fundo preto e detalhes em branco. É uma xilogravura. Na parte superior, o título do filme: Manoel e a Canoa. Na parte central, uma frondosa árvore. Em seu tronco, funde uma canoa estilizada e um homem sentado nela. Ao fundo, o céu noturno com estrelas, nuvens e a lua cheia visível entre os galhos. Abaixo da ilustração, os créditos. Música original: Marcio Bicaco e Rafael Minari / Direção de som: Rafael Minari / Direção de produção: Rodrigo de Freitas e Juci Wachholz / Produção executiva: Juci Wachholz / Direção de fotografia: Eduardo Antonio / Montagem: Leandro Lobo e Rodrigo de Freitas / Colorização: Eduardo Presser / Artista visual: Eduardo Antonio / Direção e roteiro: Rodrigo de Freitas. No rodapé, as marcas: Covil Filmes, Edital Elisabete Anderle, Fundação Catarinense de Cultura e Governo de Santa Catarina. Fim da descrição.